Equipa d´O Ciclista

Clube de Jornalismo O Ciclista:

Coordenação: Dra. Graça Matos e Dra. Sara Castela

Alunas: Adriana Matos, Ana Neta, Beatriz Agante e Matilde Santos

Alunos: André Castro, Henrique Ferreira

Dra. Miquelina Melo – Membro Honorário

Endereço de correio eletrónico - cj.eb23anadia@gmail.com

terça-feira, 7 de abril de 2015

Tudo não passa de uma opção!



É um facto bem visível que nos dias de hoje há quem prefira viver na cidade mas há também quem opte por viver no campo.
Por um lado, a meu ver, viver na cidade tem as suas vantagens, é bom, por causa de ter mais coisas à disposição e estarmos perto de tudo, como de hospitais, de bancos, de hipermercados e de uma grande variedade de atividades culturais mas, por outro lado, na cidade há mais roubos, mais barulho, vindo quer dos aeroportos, quando pensamos nas grandes cidades como Lisboa e o Porto, quer do trânsito que é muito elevado e a poluição é mais acentuada.

No campo, pode-se viver mais tranquilamente e, mesmo que não tenhamos as mesmas ofertas, existe o que é necessário para se sobreviver, como as escolas, os centros de saúde e pequenos mercados e para além disso há menos roubos e a poluição, quer ambiental quer sonora, é mais reduzida. Contudo, há mais oportunidades que na verdade a cidade pode ter que o campo não oferece.
Para concluir, julgo que é tão bom viver no campo como na cidade.
Pedro Santos, 9º C - Vilarinho

Sem comentários:

Enviar um comentário