Equipa d´O Ciclista

Clube de Jornalismo O Ciclista:

Coordenação: Dra. Graça Matos e Dra. Sara Castela

Dra. Miquelina Melo – Membro Honorário

Endereço de correio eletrónico - cj.eb23anadia@gmail.com

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Celebração do Dia Mundial da Alimentação no Agrupamento de Escolas de Anadia

A sopa foi rainha na celebração do Dia Mundial da Alimentação.
Foi mais uma mostra de sopas realizada no nosso Agrupamento e mais um sucesso, que reúne anualmente a participação de toda a Comunidade Educativa.
A coordenadora do Projeto de Educação para a Saúde, Dra. Licínia Simões, referiu-nos que os grandes objetivos deste projeto são a promoção do consumo de sopa, a dieta Mediterrânica, a redução do sal na sopa e a relação escola-comunidade.
Neste dia, pelo menos um encarregado de educação por turma, dos alunos do 2º ciclo ao secundário, voluntariou-se a confecionar uma sopa, representando assim a turma do seu educando.
Nos Centros Escolares de Sangalhos, de Paredes do Bairro e Avelãs, bem como nas EB1 de Aguim, Ferreiros, Moita, Chãozinho, Poutena e Vila Nova de Monsarros a mostra de sopas decorreu no próprio Dia da Alimentação. Nestes estabelecimentos escolares os alunos realizaram, no ambiente de sala de aula, convites, cartazes, narrativas, textos informativos e até inventaram e resolveram problemas, organizando e procederam ao tratamento de dados, no âmbito da Matemática. Também foi trabalhada a Roda dos Alimentos, assim como as regras para se ter uma alimentação saudável. Cantaram-se canções e fizeram-se ilustrações e decorações. No 1º Ciclo foram confecionadas 80 sopas.
No Jardim de Infância e na EB1 de Ferreiros contaram com a presença de um nosso antigo colega, o Mauro Oliveira, que fez um trabalho de laminação da fruta e com ela procedeu a uma extraordinária decoração que encantou os olhos e o paladar dos mais novos.
Na Escola Básica de Vilarinho do Bairro, onde a adesão dos pais se reveste de um estrondoso sucesso, foram confecionadas 21 saborosíssimas sopas. A tradição de celebrar o Dia da Alimentação com uma Mostra de sopas está aqui mais enraizada, pois foi nesta escola que este projeto nasceu, sendo já a 9ª edição, contra a 6ª no resto do Agrupamento. De salientar que a degustação das sopas neste estabelecimento de ensino contou com a presença de elementos da Câmara Municipal de Anadia, nomeadamente da Presidente Engª Teresa Cardoso, e do Prof. Ângelo, assim como da Direção do Agrupamento.
Finalmente, na escola sede, a Escola Básica e Secundária de Anadia, o evento foi celebrado um dia antes do Dia Mundial da Alimentação. O espaço foi decorado pelos alunos dos 5º e 6º anos, no âmbito da disciplina de Educação Visual e a turma do 8º G colaborou no serviço e na Cozinha Pedagógica.
A mostra de sopa na nossa escola contou com a bela quantia de 48 magníficos exemplares, todos eles bem apetitosos e que foram servidos pelos respetivos encarregados de educação, ou pelas equipas que os confecionaram, como aconteceu com a Educação Especial, a Biblioteca Escolar e até a do nosso Clube de Jornalismo.
Só para ficarem com a água na boca e sendo de mais exaustivo, ficam apenas algumas das sopas que fizeram o prazer gustativo de muitos daqueles que as degustaram. Sopa da Pedra, de peixe, de beterraba, canja, caldo-verde, cogumelos, rabo de porco lavadinho, tomate, ovos, creme de cenouras, creme de legumes, sopa de frutas e mais muito mais…incluindo uma sopa da cozinha muçulmana.
Esperamos que o sucesso deste projeto se prolongue por muitos, muitos anos.
Criem hábitos saudáveis em vossas casas.
Adriana Matos, Tomás Antunes, O Ciclista
 




domingo, 25 de outubro de 2015

A Minha Apresentação



Olá!
Chamo-me Guilherme.
O que eu mais gosto de fazer é contactar com os livros para entrar no mundo da fantasia.
Preocupo-me com a natureza e com tudo o que me rodeia.  O meu grande desejo é ter uma biblioteca só para mim, pois tudo nela pode acontecer.
O meu maior medo é que algum monstro de um livro de terror saia do seu interior e me comece a perseguir! Aí, o que seria de mim?!
Sendo assim, se eu tivesse uma varinha de condão, iria transformar todos os monstros em fadas.
Penso que quem destrói a natureza destrói todo o nosso mundo.  Se eu vejo maltratar animais, os meus olhos enchem-se de lágrimas…
Se eu fosse invisível, passava pelos guardas do mundo da tristeza e trazia-os para o mundo da alegria!
Sinto alegria se ajudo alguém.
A escola é um mundo mágico onde se aprende.
Os professores são pessoas que nos ajudam nas situações mais difíceis, estando assim presentes na escada da nossa vida!
Os livros são portais para outro mundo.
Não gosto de pessoas que fingem o que não são.
Quando for adulto, quero ter todos os livros do mundo, para com eles viajar para o mundo da imaginação.
A mensagem que quero transmitir à minha turma é a seguinte: a vida torna-se mais bela com os livros. Por isso, leiam e sejam verdadeiramente felizes!
Guilherme Seabra Ferreira, nº 8, 6º D

sábado, 24 de outubro de 2015

A Minha Apresentação



Chamo-me Carlos.
O que eu mais gosto é de viajar dentro dos livros de ficção científica vestido com um fato de cristais azuis e verdes na companhia do meu amigo Lucky, um extraterrestre vermelho, porque é uma forma fantástica de me divertir a brincar e a viajar percorrendo as páginas dos livros. Para além disso, aprendo coisas novas sobre ficção.
Preocupo-me muito com a extinção dos linces roxos com pintas pretas, com o desaparecimento da árvore de madeira azul, com a contaminação das águas, uma vez que causa doenças e mata os peixes e com a caça das mais raras espécies de lebres que é a lebre cor de laranja, já que só existem 20 exemplares deste esbelto animal em todo o planeta.
O meu grande desejo é ter o poder de me teletransportar e de voar, porque assim iria para qualquer lugar do mundo onde faria tudo o que quisesse.
Se tivesse uma varinha de condão, transformava todo o planeta terra em queijo, porque seria divertido andar em cima de uma coisa que eu não gosto. Talvez assim passasse a gostar.
Penso que o que destrói a natureza é um pó amarelo que o Pai do Mal lança em cima das árvores e das plantas, o que faz com que as mesmas virem carvão cor-de-rosa que é o material que o Pai do Mal usa nas suas invenções envolvidas de magia.
Se eu fosse invisível, eu criaria um programa de televisão que se chamaria "O Homem Invisível" e nele pregaria partidas às pessoas, como por exemplo: pegar num gelado e andar e as pessoas a fugirem e a gritarem de medo:
- É  um monstro! É um monstro !!!
E outra :
- Socorro! Socorro !!!
Sinto alegria se comer bananas pretas, laranjas azuis, figos vermelhos, limões roxos, a ver vídeos de vários jogos, tal como se pregar partidas às pessoas, sem parar.
A escola é o único lugar onde brinco com os meus amigos e onde eu passo a maior parte do tempo da minha vida e claro, é tambem onde me divirto mais.
Os livros são mágicos e acompanham-me nas minhas viagens alucinantes pelo mundo da imaginação.
Quando for adulto e tendo já os pés no chão, quero ser paleontólogo e poder explorar o mundo dos dinossauros.
Carlos Rolo, 6º D, nº 4

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

IX Mostra de Sopas na Escola Básica de Vilarinho do Bairro

Esta atividade tem como principais objetivos incentivar os alunos a adotar uma alimentação saudável, sensibilizar a comunidade para a importância da sopa no seu quotidiano e promover o uso da sopa nos hábitos alimentares das famílias.
A “IX Mostra de Sopas” desenvolveu-se no dia 16 de outubro com a apresentação e degustação das sopas, principalmente, durante a hora de almoço. Cada turma contribuiu, pelo menos, com uma sopa confecionada por um ou mais dos seus encarregados de educação. A Biblioteca Escolar também participou com uma saborosíssima sopa.
O mais importante nesta atividade foi o convívio entre todos os elementos da Comunidade Educativa, desde alunos, professores, funcionários, pais e até elementos da autarquia, e da Escola Segura. É claro que neste dia as sopas tiveram um gosto especial, dada a sua variedade, aspeto e paladares irresistíveis.
Para o ano O Ciclista espera voltar a noticiar esta magnífica atividade e que o Agrupamento de Escolas de Anadia volte a rechear-se com sopas maravilhosas.
Rúben Saldanha, O Ciclista