Equipa d´O Ciclista

Clube de Jornalismo O Ciclista:

Coordenação: Dra. Graça Matos e Dra. Sara Castela

Dra. Miquelina Melo – Membro Honorário

Endereço de correio eletrónico - cj.eb23anadia@gmail.com

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Publicidade e Educação para o Consumo- Publicidade Infanto-Juvenil


 Realizou-se no passado dia 18 de Outubro, pelas nove horas e trinta minutos, no Anfiteatro da nossa escola, a Escola Básica e Secundária de Anadia, a palestra subordinada ao tema “Publicidade e Educação para o Consumo – Publicidade Infanto-Juvenil” pelos Professores doutores Mário Frota e Paulo Morais e a Doutora Ângela Maria Frota.
 Assistiram a esta palestra apenas os alunos do 9º ano, devido à falta de espaço e também por causa da agenda dos palestrantes.
Como alunas do 9º Ano tivemos a oportunidade de estar presentes e, assim, pôr à prova a nossa faceta de “jornalistas” d´O Ciclista.
A palestra começou com a apresentação dos senhores que dirigiram a palestra, que se mostraram desde logo muito simpáticos.
O Sr. Prof. Mário Frota, presidente da APDC (Associação Portuguesa de Direito do Consumo), falou-nos acerca “Da Publicidade em Geral à Publicidade Infanto-Juvenil”.
A Sra. Dra. Ângela Frota, diretora do Centro de Formação, falou-nos acerca da “Publicidade Infanto-Juvenil: permitir, restringir ou proibir”.
Finalmente, o Sr. Prof. Paulo Morais, diretor do Curso de Ciência Política, indigitado perito europeu pela APDC, presidente da Comissão Criança & Consumo da APDC, falou-nos “Da Publicidade Infanto-Juvenil: Panorama Europeu e Português”.
No geral a palestra foi muito interessante porque nos alertou sobre a publicidade e acerca dos perigos e enganos que esta poderá conter.
Chamaram-nos a atenção para o facto de haver muita publicidade aliciante e que nos pode levar de imediato a adquirir o produto publicitado e apenas vermos o erro que cometemos quando é tarde de mais.
Por exemplo, a publicidade nomeadamente de bebidas alcoólicas, como é o caso das cervejas, nas camisolas, que tem atraído a curiosidade das crianças e as leva ao seu consumo. Também, o facto de as cervejeiras patrocinarem as queimas das fitas das universidades traduz-se num aumento exagerado do consumo desta bebida alcoólica e, consequentemente, ao incitamento ao seu consumo.
Há também outro tipo de publicidade enganosa, nomeadamente aquela que leva à compra de produtos “leve 2 pelo preço de um” ou, como exemplificaram, o caso de uma determinada marca de detergentes em que anunciaram “18 + 2 doses”, pelo mesmo preço das normais … 20!
Devemos, por isso, ter atenção quando compramos produtos que vimos publicitados, por exemplo na televisão e que são, frequentemente, enganosos.
Também falaram do excessivo tempo de permanência das crianças frente ao ecrã a ver televisão e, consequentemente, a absorverem tudo o que lhes é “imposto” pela publicidade. E, segundo eles, a criança não sabe fazer a distinção entre o certo e o errado. Muitas vezes pedem / exigem aos pais a sua compra e estes, por comodismo, cedem.
A publicidade pode, assim, levar a um consumismo muito elevado, que os palestrantes, Srs. Professores Mário Frota e Paulo Morais e Sra. Dra. Ângela Maria Frota, tentaram que todos nós compreendêssemos e não nos deixássemos levar por ela.

Adriana Matos e Sofia Pedrosa, O Ciclista


Nota: Imagens adaptdas da Internet.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Dia das Bruxas



31 de outubro
O Dia das Bruxas celebra-se na noite de 31 de outubro. A abóbora, a bruxa e as velas representam este dia.
Durante a noite as crianças fantasiam-se e vão bater às portas das casas e, quando alguém abre a porta gritam "doçura ou travessura?". Se a pessoa não lhes der o tal doce, que tanto anseiam, fazem então a travessura!
Crê-se que esta festa teve origem no Samhain, que significa "Fim de Verão", do povo Celta. Há mais de dois mil anos os celtas festejavam o fim do verão, o início do Ano Novo e as boas colheitas do ano.
Os irlandeses implantaram a festa do Halloween nos Estados Unidos da América no século XIX, que acabou por se generalizar e que atualmente celebra esta tradição fogosamente. Hoje em dia ela ultrapassou as fronteiras norte americanas e espalhou-se um pouco por todo o mundo.

Adriana Matos e Sofia Pedrosa, O Ciclista

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Dia Nacional da Prevenção do Cancro da Mama


Amanhã, dia 30 de outubro, celebra-se o Dia Nacional da Prevenção do Cancro da Mama!
Lembramos este dia deixando um poema lindíssimo da nossa aluna do 8º C, Patrícia Figueiredo.

Graça Matos, O Ciclista

Poeta
Ser poeta
Poeta ser,
Será que é
Apenas escrever?

Pesquisei, pesquisei
E cheguei a uma conclusão!
Afinal, ser poeta é ter alma
E pensar com o coração!

Poeta, poeta,
Quem me dera um dia ser,
Escrever palavras em verso,
Uma virtude que sonho um dia ter.

Patrícia Figueiredo, nº 17, 8ºC

domingo, 28 de outubro de 2012

Poeta


Hoje celebra-se o Dia Mundial da Terceira Idade, instituído pelas Nações Unidas e criado com o intuito de sensibilizar a comunidade mundial para o grave problema que atualmente se vive. Pretendemos não apenas fazer essa mesma sensibilização, mas ir mais além e dar um pouco de alegria a todos aqueles que um dia já foram jovens em idade, mas que sem dúvida mantém o seu espírito novo. Àqueles que hoje têm um longo e rico historial de vida…
Para eles endereçamos os nossos votos não de apenas um dia, mas de toda uma vida feliz !

Graça Matos, O Ciclista

O Poema…      
Um poema
A expressão de sentimentos,
O espelho da nossa alma.
Algo que a mim me assiste!

Pode revelar
Um grande amor
Ou até mesmo
Uma profunda dor.

Uma amizade perdida
Ou um amor desencontrado.
Pode apenas ter entre as palavras
Um namoro arranjado!

Quem nunca escreveu poemas
Não sabe o que está a perder,
Pois o poema é o diário
Que todos podem escrever!

Patrícia Figueiredo, nº 17, 8º C

sábado, 27 de outubro de 2012

Sopa Especial


Ingredientes:
ü  Uma lata de grão-de-bico;
ü  Duas cebolas médias;
ü  Dois dentes de alho;
ü  Cerca de 8 batatas;
ü  6 Cenouras;
ü  200gr. de espinafres;
ü  Sal q.b.;
ü  Arroz q.b.;
ü  Azeite q.b..

Modo de preparação
1.    Colocar a panela ao lume com água até meio;
2.    Descascar as batatas, as cenouras, as cebolas e os dentes de alho;
3.    Depois de tudo bem lavado, colocar na panela e acrescentar também o grão-de-bico enlatado ou previamente cozido.
4.    Deixar levantar fervura, até cozer;
5.    Depois de cozidos os legumes, triturar tudo com a varinha. Adicionar os espinafres previamente escolhidos e bem lavados e alguns grãos de arroz; Pode-se também ralar uma cenoura pequena e adicioná-la ao puré.
6.    Juntar uma pitada de sal e um fio de azeite;
7.    Retirar do lume e servir.

Bom apetite e não te esqueças” Diz-me o que comes, dir-te-ei a saúde que tens.”!



Sónia, 8º E, Filipe, 8º C e Pedro, 8º B

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Ainda o Dia da Alimentação…



De forma a assinalar o Dia Mundial da Alimentação, alguns alunos de Educação Especial prepararam no dia 16 de outubro uma sopa especial para participarem na “III Mostra de Sopas da escola nº 2 de Anadia”.
Não podíamos deixar de partilhar a receita de tão saborosa sopinha.
Mas só amanhã…

Júlia Almeida, Docente de Educação Especial

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Mostra de Sopas


16 de outubro de 2012

O Ciclista prometeu confecionar uma sopa bem saborosa para representar o Clube de Jornalismo no Dia Mundial da Alimentação na 3ª Mostra de Sopa. Pensou-o, disse-o e fê-la!
Mal os “primeiros clientes” degustaram tão apetitosa iguaria imediatamente a nossa sopa foi propalada por todo o polivalente. Assim, dada a velocidade de afluência de comensais que queriam saborear tal pitéu, infelizmente foram muitos os que não conseguiram provar este exótico petisco.
 Os numerosos pedidos de cedência da singular receita da nossa sopa foi atendida e brevemente faremos jus à palavra dada. Mas, vamos deixar os nossos queridos leitores em suspense, com “água na boca”, particularmente aqueles que a conseguiram provar!
Deixamos apenas o aspeto…
A receita só em novembro!

Até breve!…

Graça Matos, O Ciclista

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Dia Nacional da Cultura Cientifica 2012


24 de novembro de 2012
24 de Novembro foi o dia escolhido para celebrar O Dia Nacional da Cultura Científica. A instituição deste dia, em 1997, serviu para comemorar o nascimento de Rómulo de Carvalho e, também, para divulgar o seu trabalho, bem como promover a cultura científica e o ensino da ciência.
 Ao longo desta semana celebra-se a Semana da Ciência e da Tecnologia 2012 por todas as escolas, instituições científicas, museus, associações e Centros de Ciência Viva, lançam um convite para uma viagem pelo conhecimento.



Graça Matos, O Ciclista

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Mostra de Sopas


16 de outubro de 2012
Para assinalar o Dia Mundial da Alimentação, a 16 de outubro, a nível do Agrupamento de Escolas de Anadia realizou-se, nesse mesmo dia, entre as 12.30 e 14.00 horas, uma vez mais, a atividade: “Mostra de Sopas”. Na Escola Básica nº 2 de Vilarinho do Bairro correspondeu à “VI Mostra de Sopas” e nas Escolas Básica nº 2 e Secundária de Anadia à “III Mostra de Sopas”.
Esta iniciativa foi promovida pela Equipa do Projeto da Educação para a Saúde, tendo como principais objetivos:
·         comemorar o Dia Mundial da Alimentação;
·         fomentar a adoção de comportamentos e hábitos alimentares saudáveis;
·         sensibilizar a comunidade educativa para a importância da sopa na alimentação quotidiana;
·         promover a recuperação do uso da sopa nos hábitos alimentares das famílias;
·         o envolvimento dos Pais no Projeto de Educação para a Saúde.
Relativamente aos anos letivos anteriores, esta atividade teve um maior sucesso, na medida em que se constatou uma maior adesão por parte dos Encarregados de Educação e familiares dos alunos, tendo assim contribuído com uma grande variedade de sopas.
Na Escola Básica nº 2 de Vilarinho do Bairro, veterana nesta atividade, em quinze turmas, houve 25 sopas e é de salientar que uma turma de 5º ano apresentou 5. Houve assim uma grande multiplicidade desta iguaria bem como panelas de todos os tamanhos. A escolha foi de facto difícil entre o Creme de Cenoura; a Sopa de Legumes; a Sopa da Avó Célia; a Sopa à Moda Antiga; o Caldo Verde; a Sopa de Grão-de-Bico; a Sopa da Avó; a Sopa de Peixe; um Fall Soup; a Sopa de Marisco; a Sopa do Simão; a Sopa Borxe; a Sopa Surpresa; a Sopa Ingredientes Secretos; a Sopa Saudável; a Sopa de Letras; a Sopa das Vindimas; a Sopa do Nada; a Sopa Juliana; a Sopa da Pedra; a Sopa do Mar; a Sopa da Horta e por parte da Equipa da Educação Especial, a Sopa Mistério. Qual delas a melhor!
Na Escola Secundária de Anadia, notou-se também uma maior participação efetiva de Encarregados de Educação e familiares dos discentes, já que compareceram na escola mães e avós para “servir” a sua sopa e foram 19 as sopas apresentadas, entre as quais: Sopa da Pedra de Almeirim; Sopa Ucraniana; Açorda Alentejana; Caldo Verde; Sopa de Tomate; Creme de Cenoura; Sopa de Legumes; Sopa de Feijão-verde, entre outras sopas de igual modo deliciosas. É ainda de salientar que não faltou o pão caseiro fornecido, como já é habitual, por uma Encarregada de Educação, que fez a gentileza de o confecionar expressamente para este dia. A comunidade escolar aderiu assim à iniciativa participando no evento em número significativo desde alunos, professores, administrativos e assistentes operacionais.
No que concerne à Escola Básica nº2 de Anadia, verificou-se que foi o melhor ano, tendo havido um total de 31 sopas para degustação de alunos, encarregados de educação, pessoal não docente e professores. Quanto aos alunos, verificou-se, pela primeira vez, que a sopa foi, nesse dia, o prato predileto, pois tanto comeram sopa antes, como durante e até depois do almoço na cantina. A lista de sopas apresentada também foi muito diversificada, pois a escolha poderia ser feita entre: o Caldo Verde; o Creme de Brócolos; a Sopa Surpresa; a Canja; o Creme de Cenoura; a Sopa de Feijão-verde; a Sopa de Legumes; a Sopa de Grão; a Sopa de Peixe; a Sopa de Abóbora; a Sopa da Pedra; o Aveludado de Cenoura; a Sopinha do Paraná (receita brasileira) e a Sopa de Frutas. A Cantina da Escola também participou com a Sopa Colorida. Quem também se associou à “Mostra de Sopas” foi a Biblioteca Escolar deste estabelecimento de ensino com a Sopa de Letras, designada por School Library e O Ciclista decidiu este ano e, pela primeira vez, apresentar uma Sopa de Lentilhas Vermelhas, que dado o seu sucesso da mesma a coordenadora decidiu apelidar de sopa D´O Ciclista.
Saliente-se ainda a Sopa para Todos, apresentada pela disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica, com cariz solidário e que consistiu em colocar numa panela vazia vários produtos alimentares que os alunos de determinada turma trouxeram. No final, a panela ficou repleta, tendo assim concretizado o objetivo de ajudar um elemento da turma. A Equipa da Educação Especial também fez notar a sua presença com a chamada Sopa Especial.
Foram ainda elaborados vários marcadores de livros alusivos à data, que estavam ao dispor da comunidade educativa presente.
Feito um balanço final da atividade, constatou-se que foi francamente positiva a sua realização, com o desejo de continuar nos próximos anos letivos.
E para finalizar, o grupo de trabalho do Projeto Educação para a Saúde agradece a colaboração de todos, com destaque para os Encarregados de Educação, cujo contributo foi fundamental para que a atividade fosse um sucesso, e também para os alunos, que neste dia mostraram o quão é importante a sopa na alimentação quotidiana. Foi importante também a colaboração prestada pelas Assistentes Operacionais da Cozinha e da Escola, que prontamente lavaram vezes sem conta tigelas, colheres e cortaram a deliciosa broa, que foi degustada também com agrado. Por outro lado, agradece-se a preciosa cooperação por parte dos Diretores de Turma e dos restantes docentes, que contribuíram para que esta iniciativa fosse levada a cabo com êxito.

Sara Castela, Equipa d´O Ciclista e do PES

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Atividade da Biblioteca Escolar da Escola Básica nº 2 de Anadia


Queridos Amigos e Amigas,

Vamos estar de novo juntos?

Marcamos encontro para 3ª feira a  qualquer hora do dia de trabalho...

Creio que irão gostar.

E nós vamos adorar a vossa presença...

Até lá...





Ivone Saraiva, Professora Bibliotecária

domingo, 21 de outubro de 2012

sábado, 20 de outubro de 2012

Sociedade de informação e comunicação


Atravessamos um período em que se pode afirmar que a tecnologia domina a sociedade. Não questiono a sua importância na vida do Homem, pois considero-a de assaz importância. No entanto, talvez seja o momento de nos debruçarmos sobre os efeitos que o seu uso, quiçá abusivo, pode acarretar na socialização, particularmente dos nossos jovens.
A ideia de fazer a apresentação que amanhã divulgaremos teve origem num correio eletrónico enviado por um colega nosso. Apreciadas as imagens considerámos que seria interessante apresentá-las aos nossos leitores. Arregaçamos as mangas e investigámos algumas outras na Internet e, embora fazendo-o de um modo ligeiramente humorístico, quisemos principalmente alertar para os seus efeitos.
Com a apresentação das imagens e dos comentários (alguns dos quais não são da nossa autoria, mas adaptados), pretendemos despertar todos os Ciclistas para uma realidade que tem vindo a aumentar de modo exponencial.
As imagens feitas em escolas fossem elas em espaços exteriores, os chamados recreios, fossem em salas de aula, a partir de telemóveis de alunos e por eles divulgadas na “Net”, chocaram o mundo.
Imagens de violência de alunos contra alunos, o tal “Bullying”, de professores contra alunos e, até, de alunos sobre professores têm-se repetido e sido divulgados de forma gratuita na Internet e aproveitados posteriormente pelos mass media.
Estas imagens transportaram um alerta global e os governantes dos diversos países viram-se pressionados a agir de modo a que esta situação cessasse e apenas falamos do uso do telemóvel, pois a violência não está agora a ser tratada (essa é outra história!).
Embora não desprestigie o que se passa por esse mundo fora, vamos ver o que Portugal, pois é o nosso país, decidiu fazer para combater este problema. Pois é exatamente disso que se trata: um problema.
Detetado o problema a pronta atuação das entidades competentes levou-nos a pensar que seria fácil erradicá-lo. O imediato surgimento de um novo Estatuto do Aluno, que proibia os alunos de usarem os meios tecnológicos em ambiente escolar, parecia ser a solução.
Não é novidade para ninguém que os meios tecnológicos, muito particularmente os telemóveis, são hoje proibidos nas escolas. Depois de muitas alterações ao estatuto, essa parte em particular sofreu grande alteração e viu mesmo reforçada essa proibição. Para os leitores que o desconhecem, transcreve-se a parte do artigo 10.º, relativo aos Deveres do aluno, patente no atual estatuto (Lei nº 51/2012, de 5 de setembro) que diz respeito ao assunto que estamos a tratar:
q) Não transportar quaisquer materiais, equipamentos tecnológicos, instrumentos ou engenhos passíveis de, objetivamente, perturbarem o normal funcionamento das atividades letivas, ou poderem causar danos físicos ou psicológicos aos alunos ou a qualquer outro membro da comunidade educativa;
r) Não utilizar quaisquer equipamentos tecnológicos, designadamente, telemóveis, equipamentos, programas ou aplicações informáticas, nos locais onde decorram aulas ou outras atividades formativas ou reuniões de órgãos ou estruturas da escola em que participe, exceto quando a utilização de qualquer dos meios acima referidos esteja diretamente relacionada com as atividades a desenvolver e seja expressamente autorizada pelo professor ou pelo responsável pela direção ou supervisão dos trabalhos ou atividades em curso;
s) Não captar sons ou imagens, designadamente, de atividades letivas e não letivas, sem autorização prévia dos professores, dos responsáveis pela direção da escola ou supervisão dos trabalhos ou atividades em curso, bem como, quando for o caso, de qualquer membro da comunidade escolar ou educativa cuja imagem possa, ainda que involuntariamente, ficar registada;
t) Não difundir, na escola ou fora dela, nomeadamente, via Internet ou através de outros meios de comunicação, sons ou imagens captados nos momentos letivos e não letivos, sem autorização do diretor da escola;
Muito tempo após a saída da primeira proibição e mesmo agora, mais de um mês passado sobre a aplicação deste novo estatuto, completa desilusão!
À semelhança de tantas outras leis esta veio para ficar no papel…
Não querendo ser, ou mesmo parecer demasiado anacrónica, pois eu também uso telemóvel e sei reconhecer as suas vantagens, gostaria de ver aplicado em absoluto o Estatuto do Aluno.
Quer isso dizer que considero que os alunos não deveriam andar com telemóvel, ou trazê-lo para a escola? Não. Não pretendo ser tão radical.
Considero é que, e acreditando no que a lei diz, não o podem trazer ligado nas escolas, muito menos nas aulas. Sim, os alunos mantêm-nos ligados nas aulas e, quando são “apanhados” consideram-se injustiçados, pois esqueceram-se de o colocar no silêncio! Sim no silêncio e não desligado.
Qual foi o professor que nunca ouviu o toque de um telemóvel de pelo menos um aluno seu durante uma aula? E sabem? Algumas vezes são os próprios pais que lhes ligam durante essas mesmas aulas. Inacreditável, mas verdadeiro.
Mas, embora esqueçam muitas vezes de o “desligar” (entenda-se tirar o som, colocá-lo no modo “silêncio”, ou “avião”,…), assim que toca para o intervalo é vê-los a ligar o som, não o aparelho, e a enviarem mensagens ou a telefonarem, às vezes para os colegas que se encontram a sair da sala ao lado da sua. Pois, esta parte, a de o ligar, nunca é esquecida. O inverso é que se verifica!
Todavia, serão apenas os alunos os únicos viciados?
Evidentemente que não. Quase todos nós acabamos por ficar seduzidos e rendidos às novas tecnologias e àquilo que elas nos proporcionam. Evidentemente que não goramos as vantagens do seu uso. Nem pretendemos denegrir quem faz uso dos meios de comunicação. Eu confesso que também me incluo nessa população dependente das novas tecnologias. Embora, seja mais do PC e não tanto do telemóvel, que até esqueço frequentemente em casa! Mas realmente sinto-me dependente deste meio tecnológico: neste preciso momento, já é sábado cerca das 4 horas… da manhã e eu estou aqui usando (abusando) deste extraordinário meio.
Não é sobre o uso dos meios tecnológicos que pretendemos alertar. Mas sobre os efeitos que o uso abusivo deles pode ter sobre a comunicação “cara a cara” entre as pessoas. Será que se está a perder vermos retribuída a expressão daquela pessoa a quem dirigimos um simples olá? Será que se está a perder ver aquele sorriso no rosto de alguém que encontramos na rua e nos cumprimenta com carinho? Será que se está a perder aquele beijo na face de um amigo? Será que se está a perder aquele aperto de mão afetuoso de alguém conhecido? Será que se está a perder… o simples contacto visual entre as pessoas?
É este alerta que ora pretendo transmitir e que a “nossa” apresentação ambiciona reforçar.
Estamos muitas vezes rodeados de pessoas, mas tão longe uns dos outros que deixamos de nos conhecer através dessa linguagem fantástica que é a fala. Conhecendo-nos antes através uma linguagem escrita (e tão mal escrita!) de telemóveis, de redes sociais, … pessoas sem rosto que são “amigas” de milhares de amigos nossos, eternos desconhecidos!

Graça Matos, O Ciclista

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Outubro, mês das Bibliotecas Escolares


Publicamos o cartaz da BE da Escola Básica de Anadia e divulgamos o Plano de Atividades deste mês lembrando, assim, toda a Comunidade Educativa que outubro é o mês das Bibliotecas Escolares.
Ler um livro é viajar nas asas da fantasia! Então, porque não visitar a BE (ou outra qualquer biblioteca e partir nessa aventura fantástica que a leitura nos proporciona?

Graça Matos, O Ciclista


"Bibliotecas Escolares, uma chave para o passado, para o presente e para o futuro…"

Objetivos das Atividades na EB nº 2 de Anadia

1.Perpetuar, gerar e promover o conhecimento na Biblioteca Escolar, no sentido de uma sociedade mais culta, crítica e instruída;
2.Realçar a importância particular das Bibliotecas Escolares no campo educativo, fazendo delas uma das chaves maiores desse desígnio;
3.Explicar e divulgar o tema proposto pela International Association of School Librarianship - IASL para o ano de 2012 Bibliotecas Escolares: uma chave para o passado, presente e futuro. Uma chave para o passado, porque sem memória e transmissão do conhecimento seria impossível receber a herança e património de saberes, que hoje nos identifica a todos; uma chave para o presente, porque só através do domínio da informação e gestão do conhecimento que configuram a nossa era, podemos dar continuidade a esse legado, enriquecê-lo e projetá-lo no tempo; uma chave para o futuro, porque este dependerá sempre da ação, expectativas e capacidade de gerir as mudanças com que o desejamos tecer;
4.Celebrar a importância da Biblioteca Escolar no dia 23 de outubro como o Dia da Biblioteca Escolar no Agrupamento, segundo diretriz do Gabinete da Rede das Bibliotecas Escolares;
5. Desenvolver competências transversais aos currículos, envolvendo a BE num trabalho colaborativo e articulado de saberes com os departamentos de Línguas, de Ciências Naturais e do Projeto Educação para a Saúde, a saber:
a) Dia de Halloween no dia 31 de outubro
b) Dia das Sopas no dia 16 de outubro
c) Projeto “SOBE”





quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Soluções dos jogos - Capacidade, destreza e poder da mente


Caros Ciclistas,

Apresentamos as soluções dos jogos intitulados “Capacidade, destreza e poder da mente”.
Esperamos que se tenham divertido e que tenham chegado à solução de cada um dos desafios…






Graça Matos, O Ciclista

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

A Biblioteca Escolar e a Mostra de sopas

A nossa BE (entenda-se da Escola Básica de Anadia) também se associou à mostra de sopas. O cartaz bem colorido antevia a deliciosa sopa que veio a confecionar e que degustámos com agrado.
Parabéns à Equipa da BE pela excelente sopa e obrigada pela oferta da receita que aqui publicamos.

Graça Matos, O Ciclista





terça-feira, 16 de outubro de 2012

Dia Mundial da Alimentação

Na sequência da comemoração do Dia Mundial da Alimentação decorre, desde ontem e até ao próximo dia 19 deste mês de outubro, a “construção” de uma “Roda de Alimentos Solidária”. De maneira a contribuir para a sua “edificação” solicita-se a toda a comunidade escolar que contribua com alimentos que posteriormente serão distribuídos a instituições de solidariedade sociais.
Mesmo não pertencendo ao Agrupamento pode contribuir. Para tal dirija-se a uma das escolas Básica e Secundária de Anadia (EB23 e ESA) ou Básica nº 2 de Vilarinho do Bairro e faça a entrega do seu alimento.
Deixamos aqui e antecipadamente o nosso agradecimento pelo seu contributo.
Hoje e pelo terceiro ano consecutivo decorre a “3ª Mostra de Sopas”.
Esta Mostra, promovida pela Equipa de Educação para a Saúde, decorrerá nas diferentes escolas do Agrupamento entre as 12 horas e as 13 horas e 30 minutos. Todos os alunos, funcionários, professores e pais / encarregados de educação estão convidados a participar.
O Ciclista decidiu este ano e pela primeira vez, apresentar uma sopa. Se quer provar a nossa iguaria terá de se dirigir à Escola Básica nº 2 de Anadia!
A nossa sopa? Essa é surpresa. Só levantamos um pouco o véu dizendo que é muito saborosa, colorida e, como está em moda, bastante gourmet! Mas, prometemos divulgar a opinião dos “provadores corajosos” da nossa iguaria e muito mais ainda durante este mês…
Não se esqueça que a sopa é dos alimentos mais ricos.
Alimente-se bem e faça exercício físico, talvez com uma caminhada diária!…
Bom dia da alimentação.

Graça Matos, O Ciclista

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Comunicado urgente – obras / trânsito na Avenida 25 de Abril


A Direção do Agrupamento de Escolas de Anadia enviou a todos os alunos o comunicado que a seguir se transcreve.
Graça Matos, O Ciclista

A todos os Pais / Encarregados de Educação

A escola vem por este meio informar que durante esta semana, de 15 a 19 de outubro:
·         o trânsito estará encerrado na Avenida 25 de Abril, entre a rotunda da Estrada Nacional nº 1 e a Escola Secundária;
·         Não se poderá também circular na estrada de acesso junto ao gradeamento da Escola Básica nº 2 de Anadia;
·    Os alunos terão de ser deixados junto à rotunda da paragem dos autocarros e depois descerem a pé até ao portão;
·         No final do dia farão o percurso inverso.
Agradecemos a compreensão e a colaboração de todos.

A Direção