Equipa d´O Ciclista

Clube de Jornalismo O Ciclista:

Professoras: Dra. Graça Matos e Dra. Sara Castela

Alunas: Adriana Matos, Ana Neta, Beatriz Agante, Matilde Santos e Sofia Pedrosa

Alunos: Daniel Almeida, Henrique Ferreira, João Rocha e Tomás Antunes

Dra. Miquelina Melo – Membro Honorário

terça-feira, 21 de abril de 2015

Diferenças entre viver no campo e viver na cidade



Neste texto tal como o título indica, irei falar sobre as diferenças entre viver no campo e viver na cidade, fazendo uma breve referência às vantagens e desvantagens de cada um destes espaços, aos diferentes tipos de oportunidades e à qualidade de vida que cada um nos proporciona.
 A meu ver, a vida no campo é muito mais tranquila do que na cidade. Nele deparamo-nos com menos poluição, menos confusão, mas, em contrapartida, na cidade temos acesso a mais serviços e temos um maior leque de oportunidades, o que faz com que a decisão de viver no campo ou na cidade se torne um pouco mais difícil de se tomar. Tendo em conta todos estes fatores, eu escolheria o campo, visto que me dá a possibilidade de viver uma vida mais pacata, sem tantas complicações, e para ter acesso aos serviços, que apenas posso encontrar na cidade, posso muito bem deslocar-me rapidamente de carro ou autocarro, tornando assim a minha vida no campo melhor, uma vez que consigo ter uma vida sossegada e, em alternativa, recorrer à cidade sempre que precisar.
Para concluir, quero lembrar mais uma vez que a vida no campo é uma melhor escolha, porque é um espaço onde temos acesso aos alimentos “frescos” e genuínos, a uma vida sossegada e tendo um meio de transporte a que possamos recorrer, teremos também acesso a todos os serviços, acabando assim por termos uma melhor qualidade de vida.
Sérgio Oliveira, nº 16, 9º A – Vilarinho

Sem comentários:

Enviar um comentário