Equipa d´O Ciclista

Clube de Jornalismo O Ciclista:

Coordenação: Dra. Graça Matos e Dra. Sara Castela

Alunas: Adriana Matos, Ana Neta, Beatriz Agante e Matilde Santos

Alunos: André Castro, Henrique Ferreira

Dra. Miquelina Melo – Membro Honorário

Endereço de correio eletrónico - cj.eb23anadia@gmail.com

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

É impensável vivermos sem a escrita

A escrita foi uma invenção do homem que resultou da sua necessidade de fazer perdurar os seus pensamentos e através deles comunicar com os seus contemporâneos e com as gerações seguintes.
Pode-se escrever de diversas formas, através de símbolos, grafias, signos ou até mesmo através de sinais. O que interessa, na verdade, é comunicar e expressar aquilo que vai no nosso interior.
 Ao longo da história, a escrita esteve, durante muito tempo, restrita aos que obtinham mais  poder económico, como  a nobreza e os elementos do clero, mas, felizmente, aos poucos foi-se difundindo a todas as camadas da sociedade e atualmente,  acho  que serão muito poucos aqueles que não poderão usufruir deste tão grande benefício.
No meu dia à dia, utilizo a escrita e constantemente sou o seu alvo, por exemplo, quando quero mandar um e-mail ou uma mensagem a alguém, quando estou a postar no facebook ou quando estudo e faço os trabalhos de casa.  Acho que ainda acresce mais essa utilização o facto de ser estudante, por exemplo, quando construo este texto e expresso o meu pensamento através dele, quando faço um teste ou quando leio um texto na sala de aula para posteriormente analisar. Para além disso, a esmagadora maioria dos meios de comunicação fazem uso da escrita, como são os exemplos da televisão, internet, revistas, livros, jornais, entre outros.
Em suma, a escrita é uma ferramenta muito útil no nosso quotidiano e se ficássemos privados dela, a vida seria com certeza muito diferente.

                                                       Edna, 9º C (2013/2014)

Sem comentários:

Enviar um comentário