Equipa d´O Ciclista

Clube de Jornalismo O Ciclista:

Coordenação: Dra. Graça Matos e Dra. Sara Castela

Dra. Miquelina Melo – Membro Honorário

Endereço de correio eletrónico - cj.eb23anadia@gmail.com

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

A Pirata Susana



Numa ilha longínqua, a pirata Susana estava para ir à procura do tesouro das Ilhas Encantadas.
Numa noite, Susana ouviu uns passos e viu que alguns dos que estavam a bordo começaram a lutar contra outros piratas. A luta foi agreste, acabou, só tinham sobrevivido nove piratas, incluindo Susana.
Eles encontraram várias terras, como por exemplo a Ilha da Páscoa, até que a pirata se lembrou que o mapa estava no seu baú. Então foram da Ilha da Páscoa ao Brasil para recolher alimentos e água suficientes para chegarem à Ilhas Encantadas.
Perto de Angola estavam as Ilhas Encantadas. Viram unicórnios mágicos, sereias e outros seres fantásticos, mas ficaram fascinados por duas palmeiras  fazerem um X.
Começaram a escavar e, quando abriram o baú, viram pérolas, tiaras de jóias, ouro e prata, moedas de ouro e uma mensagem que dizia “Isto que encontraram é para fazer o bem, não o mal e o que é mais valioso é a amizade, a família e a compaixão. Se não usarem para o bem, o tesouro, lançar-vos-á uma maldição que durará 30 anos.”
Passados uns dias, chegaram à sua Terra Natal e começaram a dar algum dinheiro aos pobres. Só que um senhor disfarçado de senhora enganou a pirata Susana e disse em voz alta que com aquele diamante podia comprar armas para matar o rei. De repente, um raio acertou-lhe e ouviu-se uma voz que dizia “É a maldição que te caiu em cima!!!...” A partir desse dia, nunca mais foi maldoso e a pirata Susana ajudou a espalhar o bem.
Carla Braga, 5.º B, Escola Básica de Vilarinho do Bairro




Sem comentários:

Enviar um comentário