Equipa d´O Ciclista

Clube de Jornalismo O Ciclista:

Professoras: Dra. Graça Matos e Dra. Sara Castela

Alunas: Adriana Matos, Ana Neta, Beatriz Agante, Matilde Santos e Sofia Pedrosa

Alunos: Daniel Almeida, Henrique Ferreira, João Rocha e Tomás Antunes

Dra. Miquelina Melo – Membro Honorário

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

A propósito do Dia Mundial da Filosofia



O desafio lançado pelo nosso professor de Filosofia, para escrevermos algo acerca do Dia Mundial da Filosofia foi aceite pela maioria dos alunos. Eu senti-me, como todos, impelida a abordar o tema da forma convencional e procurar informação acerca das origens deste dia. Evidentemente que me deparei com a sua criação por parte de um organismo como a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, mais conhecida pela UNESCO e que faz parte da ONU (Organização das Nações Unidas). A sua criação em 2002 teve como principal objetivo enaltecer a importância da Filosofia na vida do Homem e da sociedade. Outra informação importante que recolhi foi a que a sua celebração se faz anualmente na terceira quinta-feira de novembro, pelo que, este ano, o dia é a 16 de novembro. Da minha investigação, apercebi-me que em cada ano é escolhido um tema específico que, no presente ano se desenvolve em paralelo com o Dia Mundial da Tolerância, assinalado no dia 15, e que, passo a citar “enaltece a necessidade de novas práticas de filosofia no mundo de hoje, para incentivar o diálogo sobre as conexões com a tolerância e explorar novas maneiras de aumentar a acessibilidade do ensino e da aprendizagem filosófica”.
Gostaria, no entanto, de referir que mais do que debitar a informação que recolhi, decidi dissertar acerca daquilo que me tem sido dado a conhecer durante as minhas aulas de Filosofia. Deste modo, para mim a Filosofia, mais do que uma disciplina, é um lugar onde podemos refletir e questionar, pois estudamos problemas que são fundamentais para atingirmos um conhecimento mais aprofundado dos valores pelos quais nos regemos. A discussão, que diariamente o professor nos leva a encetar, provoca em nós um crescimento, desenvolve-nos competências, nomeadamente a nossa mente, a nossa capacidade de argumentação e a própria linguagem.
Por fim, só tenho um conselho a dar: faz deste dia, um dia de reflexão.
Escola Básica e Secundária de Anadia, Adriana de Matos Pedrosa, n.º 2, 11.º D

Sem comentários:

Enviar um comentário