Equipa d´O Ciclista

Clube de Jornalismo O Ciclista:

Coordenação: Dra. Graça Matos e Dra. Sara Castela

Alunas: Adriana Matos, Ana Neta, Beatriz Agante e Matilde Santos

Alunos: André Castro, Henrique Ferreira

Dra. Miquelina Melo – Membro Honorário

Endereço de correio eletrónico - cj.eb23anadia@gmail.com

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

O abandono de animais em Portugal

Em Portugal, o número de animais de estimação abandonados nas estradas a norte e sul do país tem aumentado consideravelmente devido a vários fatores.
Foi assim pedido aos alunos de 9ºano que refletissem sobre esta situação, que é cruel e indigna de uma sociedade que se pretende civilizada e que, de seguida, criassem um texto expositivo com um mínimo de 70 e um máximo de 120 palavras. Vamos, então, dar-vos a conhecer quatro desses textos.

Sara Castela, O Ciclista

Atualmente, o abandono de animais é cada vez mais frequente. Basta ir à mercearia ao pé de casa ou a outro local mais distante que muito facilmente se avistam cães ou gatos errantes e abandonados.
 Este abandono é preocupante visto que a saúde destes animais está posta em causa. Muitos, porém, acabam por morrer à fome e até atropelados.
Esta situação acontece devido à falta de dinheiro por parte das pessoas para os manter, impedindo-as de lhes comprar comida bem como às fracas condições que lhes proporcionam ou a simples caprichos dos donos.
 Felizmente, também há pessoas que os acolhem e os tiram da rua, para cuidarem deles. De facto, os pobres animais não têm culpa e não merecem ser tratados desta forma.
 É importante assim minimizar o abandono e acolher estes animais que, tal como nós, vivem neste planeta e é nosso dever partilhá-lo com eles.


Ana Sofia Monsanto, 9ºC

Sem comentários:

Enviar um comentário