Equipa d´O Ciclista

Clube de Jornalismo O Ciclista:

Coordenação: Dra. Graça Matos e Dra. Sara Castela

Alunas: Adriana Matos, Ana Neta, Beatriz Agante e Matilde Santos

Alunos: André Castro, Henrique Ferreira

Dra. Miquelina Melo – Membro Honorário

Endereço de correio eletrónico - cj.eb23anadia@gmail.com

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Concurso “Não Poluam o Nosso Futuro!”

Um texto de
André Martins Ribeiro
Bárbara Alexandra Capela Figueiredo
João Pedro Vasconcelos Miranda
8.º Ano Turma A
Escola Básica e Secundária de Anadia

Falar de água é falar do Mar!
Quando nós falamos sobre o mar, é impossível não falar sobre vários outros aspetos.
Falar do mar é falar da água. É descobrir o quanto ela é importante para os seres vivos. É perceber a importância que ela tem para nós humanos.
Falar da água é lembrar que nós humanos temos uma missão importante na Terra, mas nem sempre a nossa ação é benéfica. Nós esquecemo-nos dessa importância e poluímo-la.
Poluir o mar é prejudicarmo-nos a nós mesmos, aos seres que o habitam, como os peixes, e à própria natureza.
Pensa em como todos nós gostamos de ir à praia, mesmo que não seja para nadar, pode ser só para passar um bom bocado em família, com amigos, a divertirmo-nos. Mas tu já paraste para pensar? Talvez um dia, os teus filhos, os teus netos, as gerações futuras nem sequer saibam o que é ir à praia!
Com tanta poluição poderá chegar o dia em que seja impossível entrar no mar sem apanhar doenças, sem ver peixes mortos, sem poder ver aquela água azul que parece brilhar sob o Sol resplandecente.
Se todos nós fizermos a nossa parte, uma pequena ajuda para a preservação do ambiente, podemos assegurar que isto nunca vai acontecer.
Bastam pequenos gestos, mas que no final têm grandes consequências, como por exemplo: não jogar lixo para o mar, apoiar as fundações/movimentos que lutam contra a poluição das águas e, muito especialmente, a marítima, entre muitos outros que te podem parecer insignificantes.
O futuro do planeta está nas nossas mãos, não podemos estragá-lo! 

Sem comentários:

Enviar um comentário