Equipa d´O Ciclista

Clube de Jornalismo O Ciclista:

Coordenação: Dra. Graça Matos e Dra. Sara Castela

Dra. Miquelina Melo – Membro Honorário

Endereço de correio eletrónico - cj.eb23anadia@gmail.com

quarta-feira, 21 de março de 2018

Dia Mundial da Poesia e Dia da Árvore



Uma vez criado, na 30.ª Conferência Geral da UNESCO, realizada a 16 de novembro de 1999, o Dia Mundial da Poesia celebra a diversidade do diálogo, a livre criação de ideias através das palavras, da criatividade e da inovação. Ora, neste âmbito, todos devemos “fazer uma reflexão sobre o poder da linguagem e do desenvolvimento das habilidades criativas de cada pessoa”.
A celebração do dia Mundial da Poesia apresenta um significado muito especial em todo o Mundo e no “mundo” escolar assume um papel preponderante.
Para celebrarmos este dia considerámos que a melhor forma de o fazer seria através da escrita poética e criativa dos nossos alunos. Assim, a Câmara Municipal de Anadia numa atividade, que se repete todos os anos, aliou-se mais uma vez, às escolas do concelho para festejar este Dia da Poesia. Foram muitos os poemas criados pelos nossos alunos para “serem declamados” pelas ruas de Anadia, no dia 21 de março. Iremos publicar aqueles que nos foram disponibilizados.
  Uma vez que neste dia 21 de março também se celebra o Dia Mundial da Árvore, o nosso Agrupamento aliou-se à iniciativa dos “noventa e um clubes do distrito rotário 1970 – que abrange a zona centro e norte de Portugal, da qual faz parte o Rotary Club Curia Bairrada. Estes, preparam uma grande campanha de plantação de árvores na sequência de um desafio lançado pelo atual presidente Rotary International, Ian Riseley, aceite pelo governador do distrito, Alberto Soares Carneiro. Respondendo aos terríveis incêndios que destruíram grandes áreas de floresta, o programa, com o nome “Um Rotário Uma Árvore”, prevê que sejam plantadas milhares de árvores. 
O Rotary Club Curia Barrrada associou-se a esta iniciativa, mas numa perspetiva preventiva.
Plantar árvores de fruto em todas as escolas do concelho pelas crianças/jovens, promovendo a integração de valores como a preservação e respeito pelo ambiente nos nossos jovens.
As árvores de fruto precisam de ser cuidadas por quem as planta, o que favorece a relação criança/jovem-ambiente, por outro lado as árvores "devolvem" o cuidado prestado com a os frutos em forma de agradecimento, sendo assim mais visível para as crianças/jovens o resultado do cuidado prestado.”
Graça Matos, O Ciclista



 

Sem comentários:

Enviar um comentário